terça-feira, 7 de julho de 2009

Relações Sociais; Nossa família, nossos amigos

Prece inicial: Meu amigo e mestre Jesus, amiguinhos espirituais que estão conosco em oração nos faça entender o significado da palavra família, nos auxilia a unir nossa família através do amor, carinho, mesmo que esta família tenha muitas dificuldades. Que assim seja.
Primeiro momento: contar a história FAMILIA IDEAL. O evangelizador pode levar fotos de sua família e de revistas, para ir ilustrando a história.
Família ideal
Enquanto ia para a Evangelização Infantil no Grupo Espírita, Jô lembrou que, em sua escola, a próxima semana seria a Semana da Família. Ela não gostava dessa data porque seus pais não moravam juntos e, no ano anterior, seu pai trouxe a namorada para a festa da escola.
Quando a aula de Evangelização iniciou, Jô descobriu que o assunto era Família. Ela se escondeu atrás de um livro, pois não queria falar sobre isso.
Mas logo se interessou pelas fotos e gravuras de várias famílias: algumas com a figura do pai, da mãe, dos filhos e avós; em outras, o pai desencarnou e na foto estavam apenas a mãe e os filhos; havia uma em que os pais se separaram e moram em casas diferentes, e outra em que o filho mora com a mãe e há muito tempo não vê o pai porque ele mora em outro Estado.
Logo as crianças começaram a contar sobre suas famílias: Fábio mora com os pais e os avós; a mãe de Edu desencarnou e ele mora com o pai; José mora com a mãe e o pai, e seu irmão mais velho mora em outra casa com a esposa e os filhos; Gil mora com a mãe, seu pai mora em outra casa, e seus avós vivem em outra cidade. Jô contou que seus pais se separaram, e que ela mora com a mãe e os irmãos.
A evangelizadora explicou, então, que família não é apenas as pessoas que moram na mesma casa, mas as que estão unidas por laços de afeto. E que os pais que desencarnaram não deixam de fazer parte da família, apenas estão morando no Mundo Espiritual, e que de lá amam seus filhos e zelam por eles.
- Então, qual a melhor família? - perguntou Adriana, a evangelizadora.
Ninguém respondeu. Jô pensou em uma família com pai, mãe e filhos, todos morando na mesma casa.
A evangelizadora olhou para um aluno e apontou dizendo: - A sua! Apontou para outro e disse a mesma coisa. E assim fez com todas as crianças.
E concluiu:
- Não existe uma família ideal. Cada um tem a família certa para si. Existem apenas diferentes tipos de família, cada uma com suas características, mas cada família é especial!
Aos poucos, as crianças compreenderam que cada um reencarna na família que é a mais indicada para o que precisam aprender nesta vida. E que família é um grupo de pessoas que se reúnem para se ajudarem e evoluírem juntas.
No final da aula, Jô desenhou sua família: a mãe, o pai, os irmãos, e os avós que já desencarnaram; afinal, aquela não era uma família diferente, mas uma família especial, a sua família. Cláudia Schmidt
Segundo momento: conversa com os evangelizandos.
As famílias não são iguais, mas cada um tem uma família para crescer e aprender coisas importantes para ser feliz.
Cada pessoa que faz parte da família tem características físicas, gostos diferentes. Uns são magros, outros gordos, uns baixos, outros altos, uns gostam de comer chocolate, outros gostam de tomar sorvete, mas cada um tem qualidades e especiais, todos são importantes.
Os nossos amigos podem ter famílias diferentes da nossa, mas todas são importantes. Devemos respeitá-las e demonstrar o nosso carinho através da amizade.
Terceiro momento: distribuir um desenho de família, para que as crianças pintem. Depois que todos houverem pintado, recolher e colocá-los em um varal. Pedir, ao final, que as crianças observem os desenhos, percebendo que cada criança pintou de um jeito e utilizou cores diferentes; assim também acontece com as famílias, cada família tem características próprias e todas são importantes.


Obs.: se o evangelizador poderá solicitar que as crianças tragam na próxima aula (ou mandar um bilhete na aula anterior), fotos de sua família. Reunir todas as fotos em um cartaz (cartolina colorida) e escrever uma bonita frase sobre a importância da família. Ex: Obrigado, Deus, pela minha família!
Prece de encerramento: Mestre e amigo Jesus dá para cada um de nós bastante amor, para que possamos distribuir a toda nossa família. Ajuda a gente a entender que devemos ser obedientes aos nossos pais, professores e também à aquelas pessoas responsáveis por nós( na escola).
Fonte: Seara do Mestre( aula adaptada )

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário

COMENTE!!!!!